Como descrever a experiência profissional no currículo?

Você sabia que a experiência profissional é uma das primeiras coisas que os recrutadores olham ao ler o seu currículo?

Isso mesmo, quando um recrutador abre o seu currículo, a única coisa que ele quer saber é:

  • Onde você já trabalhou?
  • Quais cargos você ocupou?
  • Quanto tempo você ficou lá?
  • Quais atividades você desempenhou?
  • Quais resultados você alcançou em cada um dos cargos?

São essas informações que interessam a um recrutador.

Por isso, se você não quer que o seu CV vá parar na lixeira, precisa caprichar na hora de descrever a sua experiência profissional.

Neste artigo vou mostrar a você como organizar as suas experiências profissionais no currículo, incluindo os seguintes pontos:

  • Exemplos de experiências profissionais.
  • O que colocar na experiência profissional do currículo no caso de primeiro emprego?
  • O que vem primeiro no currículo: experiência profissional ou formação académica?

Preparado? Então continue lendo esse artigo até ao fim.

O que é experiência profissional?

A seção experiência profissional do seu currículo deve conter um resumo detalhado do seu emprego atual e dos empregos que você teve no passado, incluindo os cargos, nome dos empregadores,o período de trabalho, responsabilidades e conquistas.

Dependendo do seu histórico, você pode incluir cargos permanentes, estágios ou até mesmo trabalho voluntário.

Se você tem muita experiência (mais de 10 anos, por exemplo), pode omitir cargos antigos (especialmente se forem irrelevantes para a vaga que você está se candidatando).

Por exemplo, se você é uma enfermeira experiente, é improvável que um empregador em potencial se interesse por um emprego de bar que você fez há 10 anos, então você não precisa incluí-lo em seu currículo.

Como organizar a experiência profissional no currículo?

Dentro de um currículo, como já dissemos, a seção de experiência profissional deve ter o máximo de espaço possível, pois é a seção mais importante.

Você deve listar cada experiência profissional de forma individual, começando com o seu emprego atual ou mais recente, seguindo até o seu emprego mais antigo.

A descrição de cada experiência profissional deve incluir as seguintes informações:

  1. Cargo
  2. Nome da empresa
  3. Data (o período de tempo em que ficou lá)
  4. Principais responsabilidades

Cargo

Coloque o nome da vaga ocupada.

Nome da empresa

Informe o nome da empresa que trabalhou.

Data

Coloque o período de tempo em que ficou lá(mês e ano)

Responsabilidades

Liste as responsabilidades em bullet point e demonstre as habilidades desenvolvidas no dia-a-dia do trabalho, mostre também com quem você interage e como suas ações beneficiam seu empregador.

Exemplos de experiência profissional

Você já sabe o básico como colocar as suas experiências profissionais no currículo, agora vamos ver alguns exemplos:

Exemplo de experiência profissional para o cargo de Assistente Administrativo.

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

Marrana Serviços                                       Dezembro de 2018 – Presente   

Responsabilidades:

  • Gestão de cobranças e faturas.
  • Lançamento de faturas e extratos bancários.
  • Suporte ao departamento de RH.
  • Gestão de fornecedores externos.
  • Acompanhamento de faturamento.
  • Gestão de relatórios de despesas.
  • Comunicação com clientes.

Exemplo de experiência profissional para o cargo de Motorista de camião.

MOTORISTA DE CAMIÃO

Transportes Lalgy                                       Março de 2017 – Presente

Responsabilidades:

  • Transporte de cargas de longa distância para vários países da SADC.
  • Controlo e verificação da carga.
  • Registo de rota e dados de rota, respeitando horários de transporte.
  • Manutenção de rotina e limpeza do veículo.

Exemplo de experiência profissional para o cargo de Director de Marketing.

DIRECTOR DE MARKETING

MMA Consultoria                                       Maio de 2014 – Janeiro de 2019

Responsabilidades:

  • Criou e gerenciou o Departamento de Comunicação, sendo responsável pelo planeamento e controlo da verba (budget) de Marketing.
  • Desenvolveu e supervisionou campanhas publicitárias em conjunto com a agência de comunicação, trazendo maior visibilidade a marca.
  • Modernizou o site da empresa aumentando seu índice de visualizações em 20%.

O que colocar na experiência profissional em caso de primeiro emprego?

Se você é um estudante ou um recém-formado, naturalmente você não possui nenhuma experiência para colocar no currículo.

No entanto, isso não pode ser um obstáculo. Porque não verdade, “experiência profissional” não significa necessariamente “trabalho formal”.

Existem outras coisas que você pode colocar no seu currículo para ajudá-lo a conseguir um emprego.

Nesse caso, o ideal é colocar qualquer atividade que você desenvolveu e que te permitiu adquirir habilidades relevantes para a sua profissão, Isso inclui diversas coisas, como:

  • Estágios.
  • Trabalhos voluntários.
  • Trabalhos informais.
  • Projetos pessoais.

Destaque sua experiência com trabalhos informais, estágios e outras experiências

Um empregador não está apenas olhando o que você fez, mas o que você pode fazer.

Você precisa convencê-lo de que é capaz de assumir o cargo. Coloque todos os trabalhos informais, estágios ou pequenos serviços que você fez.

Se você é recém-formado e já teve experiência de trabalho informal na empresa de um amigo ou parente, mesmo que por pouco tempo. Esta informação deve constar no seu CV.

Concentre-se nas suas habilidades

Sendo que você esta a procura do seu primeiro emprego, em vez de você se concentrar na experiência profissional, é melhor focar nas habilidades que você desenvolveu durante a sua formação.

O que você pode fazer bem que esse trabalho exige?

  • O que você fez na escola e o que estudou que o preparou para assumir este trabalho?

Portanto, comece fazendo uma lista das habilidades específicas que você adquiriu, como o uso de computador, trabalho em equipe, uso de programas de computador como Word, Excel, Photoshop, etc.

Voluntariado, atividades extracurriculares

Se realizou atividades em grupo de pesquisa, grupos de estudo, etc. Você pode adicionar a posição que ocupou e quais foram suas funções

Adicione atividades extracurriculares que agreguem valor ao seu currículo e estejam relacionadas ao emprego para o qual você está se candidatando.

Mas, se você não tem nenhum tipo de experiência profissional, nunca estagiou, nunca praticou o voluntariado e nunca fez nenhum serviço, substitua o campo “experiência profissional” pelas suas qualificações profissionais, habilidades e conhecimentos que você acumulou ao longo dos anos.

O que vem primeiro no currículo: experiência profissional ou formação académica?

Muitas pessoas se encontram em um dilema quando se trata de preencher os seus currículos. É melhor colocar primeiro a formação académica ou experiência profissional?

A resposta a está pergunta depende do estágio em que você se encontra.

Profissionais que não possuem nenhuma experiência

Se você tem pouca ou nenhuma experiência de trabalho ou é um recém-formado que está entrando agora no mercado de trabalho, o seu currículo deve se focar em duas coisas: sua formação e habilidades. Em outras palavras, você deve colocar a sua formação em primeiro lugar no currículo.

Profissionais experientes

Por outro lado, se você tem bastante experiência e quer enfatizá-la no currículo como sua principal força como profissional, você pode incluir suas experiências na primeira página, logo depois de dados pessoais ou resumo de qualificações.

Conclusão

Como você pode ver, organizar as experiências profissionais no currículo é muito simples.

No geral, as experiências profissionais devem estar organizadas de forma que os empregos mais recentes sejam vistos primeiro. É preciso informar o nome dos empregadores, o cargo, o período, as principais responsabilidades e conquistas.

Boa sorte!

Co-fundador da Técnica PC e Trovagas. Atuo no mercado de Tecnologia da Informação desde 2011 como Técnico de Sistemas Informáticos, gosto de desenvolver sites e de escrever sobre emprego, tecnologia e empreendedorismo.

Deixe seu comentário