This job listing has expired and may no longer be relevant!
23 Jun 2020

Temporário Consultor de Gênero

ADPP- Mozambique – Publicado por ADPP_Mozambique Nampula, Nampula, Moçambique

Descrição da Vaga

Sobre a ADPP Moçambique

A ADPP Moçambique actua em quatro sectores principais, nomeadamente: Educação, Saúde, Agricultura e Comércio. Com especial enfoque ligado a melhoria da educação primária por meio de formação de Professores, melhorando a segurança alimentar e meios de subsistência em áreas rurais através dos Clubes de Agricultores e melhorando a saúde da comunidade através de Programa de prevenção e tratamento da TB e Malária. Todos os Programas da ADPP baseiam-se no desenvolvimento holístico das comunidades locais, o que é visto como a chave para o alcance de resultados sustentáveis ​​em cada uma das áreas do programa.

A missão geral da ADPP Moçambique é promover o desenvolvimento social e económico equitativo do povo de Moçambique e, em particular, os que estão na posição mais vulnerável – crianças, órfãos e pessoas carenciadas nas zonas rurais, especialmente mulheres e raparigas – para garantir que possam participar em igualdade de condições no desenvolvimento do país e gozar dos seus direitos humanos de forma completa.

A estratégia da ADPP Moçambique baseia-se no humanismo solidário. Trabalhamos com pessoas e comunidades a nível da base, entre as pessoas e com as pessoas. Isso é feito lutando lado a lado com os mais carenciados e por meio de uma abordagem que combina vários temas transversais, incluindo questões de alfabetização, saúde e género.

Contextualização sobre o projecto Mozambique Local TB Response

O Mozambique Local TB Response é um projecto de cinco anos, financiado pela USAID e implementado em 4 províncias de Moçambique (Nampula, Zambézia, Sofala e Tete) por um consórcio de cinco organizações com excelente histórico de trabalho em TB/HIV na comunidade e nas Unidades sanitárias em Moçambique e além, incluindo mais de 10 anos de experiência em TB nas províncias do projecto. Três dos cinco membros do consórcio são organizações locais (ADPP como líder, ComuSanas e Kupulumussana) e os outros dois internacionais (FHI 360 e Dimagi).

O TB Response, até o final do primeiro ano, implementará as actividades do DOTS-C em 50 dos73 distritos nas províncias do projecto (Nampula, Zambézia, Sofala e Tete) nas regiões norte e centro do país. A implementação da fase 1 cobrirá 20 distritos (Memba, Monapo, Eráti, Moma, Angoche, Mogovolas, Alto-Molocué, Morrumbala, Mocuba, Milange, Gurué, Gilé, Cidade da Beira, Dondo, Nhamatanda, Gorongosa, Angónia, Macanga, Moatize e Tsangano) e a fase 2 será expandida para 30 distritos adicionais (já identificados em conjunto com o PNCT e as DPS’s), totalizando 50 distritos até o final do ano 1.

Abordar o género é essencial no direccionamento de grupos de alto risco para infecção por TB, por exemplo, um estudo sobre a matéria mostrou que “… o maior envolvimento dos homens em determinadas actividades fora de casa, como fumar, consumir álcool e prática de crime, são responsáveis por taxas mais altas de infecção por TB masculina”. [1]As normas culturais podem colocar a mulher em risco, no contexto em que as tempestades sociais ditam o domínio masculino podendo comprometer o acesso das mulheres aos serviços de saúde caso o poder de decisão das mulheres seja comprometido, como afirma Nordino Ibraimo Sulemane em sua tese “… Relação de poder para decidir quando e como usar serviços de saúde para mulheres, são as principais causas para que as pessoas que não usam serviços de saúde sejam detectadas e tratadas a tempo. [2]Os papéis tradicionais de género contribuem para um baixo acesso aos serviços de saúde.

Objectivo da avaliação de gênero:

A avaliação de género buscará entender as barreiras de género na busca de serviços de saúde nas províncias do projecto; fornecer informações sobre até que ponto existem lacunas entre homens e mulheres relacionadas à busca de serviços de saúde; identificar oportunidades para homens e mulheres se beneficiarem dos serviços de saúde; Identificar abordagens inovadoras para abordar lacunas entre homens e mulheres no acesso aos serviços de TB nas áreas do projecto; Identificar oportunidades para homens, mulheres e jovens procurarem serviços de TB. Criar mensagens e estratégias apropriadas para lidar com as desigualdades de género na busca de serviços de TB.

  • Analisar normas e mitos de género na comunidade e nas famílias em particular que influenciam o comportamento de busca de saúde (para serviços de TB) nas províncias do projecto.
  • Identificar as causas profundas das desigualdades de género existentes que afectam os comportamentos de busca da saúde e aumentar a compreensão de como abordá-los.
  • Identificar diferentes necessidades e prioridades de homens, mulheres e jovens em questões de saúde, com foco na TB.
  • Melhorar as actividades e os resultados do projecto relacionados ao género.

Qual é o estatuto actual dos principais indicadores de resultados do PNCT nas províncias e distritos do projecto? Quais são as principais lacunas de género no diagnóstico e tratamento da TB? O projecto possui actividades específicas para resolvê-las? O género abordado na teoria do projecto muda? O resultado do projecto inclui indicadores de género? 

Metodologia

Uma combinação apropriada de métodos qualitativos e quantitativos serão usados para colectar e analisar dados/informações, a fim de reunir perspectivas diversas e a fim de ter uma análise paisagística, forte e bem informada. Isso exigirá o uso de dados existentes, estudos e intervenções anteriores (incluindo o recente Projecto Challenge TB) e a participação de diferentes grupos de partes interessadas e beneficiários envolvidos na colecta de dados. Análise de dados secundários (pesquisas e vigilância, agregados/relatórios do PNCT, dados no nível do paciente e entrevistas com informantes-chave com o PNCT, partes interessadas relevantes a nível provincial, distrital e local, incluindo organizações relevantes que trabalham com questões de género e direitos da mulher a nível nacional e local) também será necessário.

Entregas:

  • Âmbito detalhado do consultor sobre o trabalho desenvolvido.
  • Análise paisagística preliminar da avaliação de género a ser compartilhada para discussão com a equipe do projecto.
  • Avaliar a capacidade dos parceiros em fornecer serviços sensíveis ao género (pode incluir a identificação de necessidades de formar, funcionários, etc.)
  • Projecto de avaliação de género: este relatório será compartilhado após a incorporação do feedback da equipe do projecto.
  • Divulgação de Workshop, onde as partes envolvidas discutem os resultados, estratégia e plano de acção nos níveis central, provincial e local.
  • O formato do relatório final a ser acordado durante a fase inicial e incluir no relatório inicial. O relatório final deve incluir o quadro analítico completo da avaliação de género. Análise e revisão do processo desde a fase preliminar do relatório até o relatório final. A cópia electrónico da base de dados, preenchida deve ser entregue ao Mozambique Local TB Response juntamente com o relatório final.
  • Desenvolver uma estratégia de género no comportamento de busca da saúde, com foco na TB.
  • Desenvolver o plano de acção do projecto, incluindo apoio no desenvolvimento de indicadores de género. Garantir que o plano e as recomendações signifiquem que homens e mulheres se beneficiem das actividades.

Documentos a serem transferidos para o projecto:

  • Cópia electrónica das ferramentas de pesquisa e estrutura analítica;
  • Ambas Cópias (electrónico e impressa) do relatório final de avaliação de género, incluindo conjunto de dados.

Orçamento e condições de pagamento

O pagamento será efectuado de acordo com as regras e regulamentos de pagamento da ADPP.

Competências:

  • Conhecimento e sensibilidade em relação às questões de género;
  • Prestação de contas; Resolução criativa de problemas;
  • Comunicação efectiva;
  • Colaboração Inclusiva;
  • Engajamento das partes interessadas; Liderar pelo exemplo.

Qualificações:

  • Pelo menos 5 anos de experiência em pesquisa nas áreas de Tuberculose e HIV/AIDS e Monitoria e Avaliação.
  • Sólida formação em relações de género ou integração de género em métodos de pesquisa.
  • Experiência substancial trabalhando em pesquisa ou programação.

Como se candidatar:

Os candidatos interessados deverão submeter propostas incluindo o CV detalhado com pelo menos três (3) referências, através do endereço electrónico seguinte: [email protected]

DATA LIMITE DE CANDIDATURAS:  24 de Junho de 2020

NOTAS:

  1. Apenas os potenciais candidatos para entrevistas serão contactados.
  2. Os Termos de referência mais detalhados poderão ser fornecidos através de uma manifestação do interessado indicando o endereço electrónico para o qual devem ser enviados.

Job Categories: Saúde/Medicina/Enfermagem. Job Types: Temporário.

85 total de vistas, 2 hoje

Candidatar-me a esta Vaga